Boas práticas de plantio em lavouras de soja: onde tudo começa

Um dos desafios é otimizar a qualidade das sementes com a plantabilidade e um ambiente de semeadura adequado

A semeadura seguida pelo estabelecimento uniforme de plantas com alta performance produtiva é o principal desejo e desafio do agricultor brasileiro. Por isso, entender que pequenos ajustes ao longo do sistema de produção, como a escolha correta da cultivar, utilização de sementes com alta qualidade – genética, física, fisiológica, sanitária e visual –, ambiente de produção e semeadura adequados, solo estruturado e sem compactação, manejo eficiente dos agentes redutores de produtividade, entre outras ações, são cruciais para garantir altos índices de rendimento de grãos.

            O principal desafio no estabelecimento de campos de produção é construir estandes de plantas uniformemente distribuídos, sem duplas, triplas e plantas limitadas. Neste contexto, se faz necessário durante a semeadura prezar por condições ideais de temperatura, umidade do solo, profundidade correta e uniforme para deposição das sementes no sulco. O sucesso nesta etapa está relacionado a qualidade das sementes utilizadas e ao manejo do sistema de produção ao longo dos últimos anos, fatores que afetam positivamente ou negativamente a plantabilidade, o estabelecimento inicial e, consequentemente, todas as demais fases fenológicas até a colheita.

            Os principais fatores que devem ser observados estão relacionados a semeadura com profundidade correta e uniforme, a temperatura do solo na profundidade de deposição das sementes, a disponibilidade de água no solo, o corte da palha e o fechamento e compactação do sulco de semeadura.

Neste cenário, diversas limitações aparecem devido a problemas no manejo da palha da cultura anterior ou das plantas de cobertura. Precisamos entender que para o mecanismo de corte da semeadora efetuar um corte preciso da palha, seguido pela abertura do sulco, devemos garantir de um período mínimo para decomposição desta massa verde.

Diversos resultados de pesquisas têm demonstrado reduzida taxa de coeficiente de variação de sementes e plantas em talhões onde o manejo da palha foi realizado com rolo faca. O período ideal para esta práticas varia em função do tipo de solo, relação C/N da palha e a utilização do rolo faca ou outro mecanismo para acomodar a palha sobre o solo, criando um ambiente favorável à germinação e ao desenvolvimento das plantas. De maneira geral, bons resultados no manejo com rolo-faca em áreas de produção são obtidos com períodos de 40 a 50 dias anterior a semeadura.

            Após a emergência das plantas na área de produção, o acompanhamento nas fases iniciais é indispensável para identificação de pragas, doenças, plantas daninhas e possíveis limitações que possam comprometer o estande de plantas e, com isso, a rentabilidade da lavoura.

O agricultor precisa decidir se vai utilizar a qualidade de sementes para enfrentar condições adversas no ambiente de semeadura ou para construir plantas de alta performance.”

Principais limitações na emergência de plantas de soja

  • Sementes com baixos índices de vigor e germinação
  • Excesso de profundidade de semeadura ou semeadura superficial
  • Solos com compactação superficial
  • Excesso de ingrediente ativo e calda no tratamento de sementes na fazenda
  • Deriva de herbicidas aplicados em áreas próximas
  • Resíduo de herbicidas no solo
  • Temperatura do solo alta ou baixa
  • Falta ou excesso de umidade no solo
  • Escolha incorreta do tipo de disco de corte ou mesmo o desgaste desse equipamento
  • Excesso de palha sobre o solo, dificultando o processo de corte da palha e distribuição uniforme das sementes pela semeadora
  • Falta de palha sobre o solo, alterando a temperatura e a disponibilidade de água no solo
  • Ocorrência de chuvas em um intervalo igual ou menos que 16 horas após a semeadura
  • Ataque de pragas ou doenças durante o processo de germinação e emergência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: